Compostagem doméstica criativa

As necessidades sociais e ambientais de nossas cidades são cada dia mais evidentes e urgentes. Isto está transformando nossos hábitos diários e domésticos gradualmente para formas e estilos de vida mais sustentáveis.

Inúmeras ideias estão sendo aplicadas para permitir que nossos lares sejam mais “ecológicos”, facilitando a gestão dos resíduos gerados na mesma origem. Estas novas tecnologias nós permitem poder construir uma cidade com maior qualidade de vida e bem estar.

Vejam o criativo invento de Fanny Nilsson, um estudante que mediante seu invento mudou os paradigmas da vida domestica urbana. O aparelho, um compostor de mesa portátil elegante que alimenta automaticamente suas plantas, pode ser a solução para o lixo orgânico para as cidades com um enorme impacto na gestão publica dos resíduos urbanos sólidos. Veja todos os detalhes do aparelho para compostagem portátil.

Outra alternativa são os equipamentos desenvolvidos pela NatureMill, para instalação e uso dentro da cozinha. Semelhante a um pote de lixo, ele recebe na sua câmara superior os restos de alimentos e materiais compostáveis (como guardanapos ou plásticos biodegradáveis compostáveis). Calor, oxigênio e a ajuda de microrganismos naturais transformam em poucos dias os restos de alimentos antes de gerar odores desagradáveis em um composto. Depois, apertando um botão transfere o material para uma câmara inferior onde continuará o processo de compostagem por mais uma semana, enquanto você encher a câmara superior novamente. Veja mais informações.

Também temos a criativa alternativa francesa projetada por Victor Massip e Laurent Lebot.. A Ekokook é uma cozinha ecológica e tecnológica, que faz uso de todos os seus resíduos. Ela consegue utilizar e reutilizar todos os seus resíduos.

Os resíduos sólidos como: vidro, papel, plástico, metal, e etc., são armazenados cada um no seu próprio reservatório onde serão reduzidos a um tamanho mínimo. Onde depois seguirão para a reciclagem.

Existe um sistema de uso, coleta e reciclagem de água. A pia tem dupla retenção, e a coleta é filtrada para dois jarros que posteriormente serão usados na jardinagem.

Os resíduos orgânicos ficam num compartimento especial de decomposição. As cascas, e outros resíduos transforman-se com o tempo em um excelente adubo. Tudo é pensado para evitar o mal cheiro e manter a higiene. Veja mais informação.

Ainda estes produtos não estão disponíveis no Brasil, porem em breve, estas criativas ideias e soluções estarão disponíveis para todos, tornando nossos dia a dia mais sustentável.

Se quiser maiores informações sobre compostagem domestica de experiencias realizadas com sucesso no Brasil, veja o artigo “Compostagem em apartamento?”

Marcos Alejandro Badra

Compostagem em apartamentos?

Práticas sustentáveis não são privativas unicamente de industrias ou grandes organizações. Elas podem ser realizadas por cidadãos comuns em todos os aspectos de sua vida. Na matéria “Reciclagem: moda ou inteligencia”,  se explica como enviar resíduos orgânicos para aterros é uma forma desnecessária, insustentável e cara de lidar com o lixo. Atualmente existem alternativas para valorização dos resíduos orgânicos residenciais para casas, apartamentos, condomínios entre outros.

Para tratar o resíduo orgânico gerado na minha cozinha desenvolvi uma compostadeira simples (ver foto), instalada na sacada do meu apartamento em um terceiro andas, onde transformado em adubo aproveitamos nos vasos que temos ali mesmo ou doamos para amigos. Todo este processo não gera odores nem permite a proliferação de insetos, como baratas ou moscas, o que faz do processo totalmente limpo e agradável para toda a família. O sistema é simples e até meu filho de 7 anos contribui com a manutenção do mesmo. A compostadeira tem uma câmera para coletar os líquidos do processo, que também é usado como fertilizantes para as plantas. Desta forma evitamos enviar resíduos orgânicos para o aterro, aumentando a capacidade de coleta dos caminhões, a vida útil dos aterros e contribuímos com a diminuição de gases de efeito estufa pela geração de metano (causado pela putrefacção dos resíduos no aterros). Outro ganho importante de ter reciclado na minha sacada os resíduos orgânicos é a melhor qualidade dos recicláveis que posteriormente os catadores coletam no condomínio.

Desta forma tem muitas alternativas e iniciativas de compostagem para resíduos orgânicos residenciais, assim como valorização de outros pelo mundo estão mostrando novas formas de compostar que são mais rápidas e mais eficientes.

Portanto é hora de mergulhar de cabeça nessa ideia e poder participar com pequenas ações sustentáveis e assim apoiar essa forma mais eficaz de descartar os resíduos que produzimos diariamente em nossas atividades, tornando nossas vidas mais harmônicas e responsáveis com a natureza.

Marcos Alejandro Badra

Se quiser maiores informações sobre esta compostadeira para residencias ou para programas de educação ambiental em escolas ou outras organizações, entre em contato no meu email ou pelo meu celular (019-8199 0362).

%d blogueiros gostam disto: